Tipos de caminhões: Cavalo Mecânico

O cavalo mecânico representa cerca de 30% dos caminhões vendidos em todo Brasil, sendo o de tração 6×2 o modelo preferido do transportador, com 42% das vendas. Conheça agora todas as características deste tipo de caminhão.

Cavalo mecânico

O que é cavalo mecânico?

Nos modelos carretas, tanto a força motriz quanto as rodas de tração e o motor ficam em uma parte e a carga em outra. Esta primeira área, onde a cabine também está situada, é chamada de cavalo mecânico. Já o pedaço onde a mercadoria fica recebe o nome de semi-reboque ou módulo de carga.

O módulo de carga pode ser aberto (tanques, cegonheiras, plataformas e gaiolas) ou fechado (baús). É o tipo de produto transportado que define qual modelo de semi-reboque deve ser usado. Já a capacidade de carga varia de acordo com o número de eixos do cavalo mecânico. Normalmente, ele chega até 30 toneladas.

Tipos de cavalo mecânico

Os modelos de cavalo mecânico se diferenciam por conta do seu número de eixos (que podem ser dois ou três) e número de eixos do semi-reboque (também dois ou três). Eles podem ser classificados da seguinte forma:

1. Cavalo mecânico ou caminhão extra-pesado

Composto por cabine, motor e rodas de tração com eixo simples, ou seja, somente duas rodas. Este modelo é usado pela:

  • Carreta dois eixos: os dois eixos ficam por conta do semi-reboque. Este veículo possui um comprimento de 18,15 metros e peso bruto máximo que pode ser transportado é de 33 toneladas.
  • Carreta três eixos: aqui também é o semi-reboque que fica por conta da quantidade de eixos. O comprimento é o mesmo do modelo acima, porém, como o número de eixos aumentou para três, o veículo pode carregar um peso bruto máximo de 41,5 toneladas.

Abaixo, um exemplo de Conjunto Carreta 2 eixos + Cavalo Mecânico Simples:

Conjunto Carreta 2 eixos + Cavalo Mecânico Simples

2. Cavalo mecânico trucado ou LS

Neste modelo o eixo duplo está no conjunto, o que permite o caminhão carregar mais peso durante o transporte. Utilizado em:

  • Carreta cavalo trucado: aliado aos três eixos no semi-reboque, este modelo consegue transportar um peso bruto de até 45 toneladas. Assim como as carretas anteriores, esta também tem o comprimento máximo de 18,15 metros.
  • Bitrem ou treminhão: o veículo é composto por um total de sete eixos, o que permite ser transportado no caminhão até 45 toneladas. Além disso, o módulo de carga pode ser tracionado por um cavalo mecânico.

Bitrem ou treminhão

  • Rodotrem: constituído por dois semi-reboques (bitrem) e nove eixos, este caminhão é capaz de carregar um peso bruto de até 74 toneladas. O bitrem são ligados entre si pelo dolly (unidade de articulação).
  • Tritrem: é como se fosse o bitrem, só que com uma quinta roda e mais um módulo de carga. O modelo também chega ao peso bruto de 74 toneladas, mas só é usado para o transporte florestal.
  • Tetraminhão e pentaminhão: assim como o nome diz, estes modelos contam com quatro e cinco semi-reboques respectivamente. Normalmente, esses veículos percorrem as vias vicinais para transportar cana-de-açúcar.

Conhecer os tipos de caminhão, seus usos e a capacidade de carga de cada um é essencial para empresas de transporte. Um gestor de frota atualizado consegue economizar tempo, reduzir custos e ter o melhor desempenho no transporte de cargas. Para manter a eficiência da sua frota, clique aqui e baixe gratuitamente um e-book com 8 dicas essenciais para cuidar dos seus veículos.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de
Compartilhar225
Compartilhar
+1
225 Compart.