7 sinais de que o caminhão apresenta problemas mecânicos

Não importa a marca e o modelo, nem mesmo o ano: em algum momento, todo caminhão começará a dar sinais de que necessita de manutenção. Mesmo com cuidados permanentes e um bom olho para mexer com mecânica, há reparos que o motorista não é capaz de fazer, mas deve estar atento para o momento correto de procurar ajuda profissional. Veja algumas dicas para saber identificar problemas mecânicos:

7 sinais de que o caminhão apresenta problemas mecânicos

Fumaças estranhas

Muitas vezes fica complicado para o motorista visualizar a coloração da fumaça de escape do veículo. Por isso, é importante, quando parado em um posto, uma garagem ou um estacionamento, observar a coloração e o aspecto do que está saindo. A fumaça pode estar branca, cinza azulada ou muito escura, o que indica que há algo de errado com o motor. Pode ser condição térmica não adequada, problemas de excesso de entrada de óleo e com o catalizador, por exemplo.

Limagem no óleo

Durante uma troca de óleo, ao escoar o líquido usado, é fundamental observar características como coloração e aspecto. Como vários componentes do motor possuem ímãs, se houver problemas de atrito irregular com algum deles, haverá resíduos metálicos no óleo. Os ímãs vão capturando os resíduos que acabam em suspensão no óleo lubrificante. Se for verificado esse estado de limagem, é preciso investigar, pois há problema em algo.

Desgaste irregular dos pneus

Um problema clássico e mais conhecido pelos motoristas. Observar o desgaste dos pneus é uma obrigação, pois indicam diversos possíveis problemas. Pode ser distribuição irregular de peso, desalinhamento das rodas, entre outros. O desgaste irregular indica que é preciso algum tipo de alinhamento, balanceamento de rodas, geometria ou uma investigação mais precisa para identificar porque não está havendo o contato correto com o solo.

Perda de força

Quando o caminhão perde força, está sofrendo para subir alguma serra que costumava trafegar com tranquilidade, fique de olho! Busque um mecânico para identificar esse problema, porque esse é um exemplo claro de que algo não está adequado. Podem ser muitos fatores, como filtros de ar obstruídos, problemas nas unidades injetoras, no módulo de injeção e no controle de saída de ar ou até uma mangueira do intercooler pode estar com defeito.

Ruídos na transmissão

Se ao trocar as marchas elas não estão encaixando direito ou há um ruído estranho, não force mais, investigue. Podem ser defeitos no sincronizador, no sistema de embreagem, no trambulador – sistema que faz a comunicação entre a alavanca e a caixa – ou nos anéis sincronizadores.

Amortecedores não seguram

Observe o funcionamento dos amortecedores ao passar em uma lombada. A função do amortecedor é segurar a suspensão quando ela é jogada para cima. Se o caminhão ficar ‘picando’ – balançando para cima e para baixo –, com certeza é problema nos amortecedores. Esse problema também tende a desgastar os pneus em pontos alternados e pode indicar perda do líquido hidráulico, por exemplo.

Freios com ruído ou perda de capacidade

Outro clássico. Se ao frear em um declive acentuado, ou mesmo numa reta, houver ruídos, fique alerta! É bem possível que haja problemas no sistema de frenagem e sua vida, inclusive, pode estar em risco. Procure um mecânico para fazer uma investigação. Isso indica que a lona de freio está no limite. Podem ser por pastilhas gastas, problemas de rachaduras e quebras no tambor, folga nos braços de acionamento do freio e catracas desreguladas.

Compartilhar
Compartilhar
+1
0 Compart.