Venda de pneus: conheça os números do setor de pneus

A venda de pneus fechou o primeiro semestre de 2018 com resultados positivos. O setor teve um crescimento de 2,3%, somando 28,9 milhões de unidades vendidas. Estes números foram divulgados pela Anip (Associação Nacional de Indústria de Pneumáticos). Conheça mais sobre as vendas de pneus, peça essencial para o transporte de cargas.

Venda de pneus

Alto crescimento nas vendas

Segundo Klaus Curt Müller, presidente executivo da associação, o resultado poderia ter sido melhor. No começo do ano houve um alto crescimento na venda de pneus, porém o avanço estagnou por conta da paralisação dos caminhoneiros em maio, que resultou na nova tabela de frete, e a Copa do Mundo em junho e julho. Estes dois eventos afetaram o funcionamento da linha de produção e as vendas do varejo.

Apesar do crescimento do setor como um todo, o número de vendas para reposição caiu em 4,6% se comparado com o mesmo período no ano passado. O que motivou o resultado positivo foi o aumento de unidades vendidas para montadoras. Foram cerca de 7,5 milhões de pneus, um crescimento de 28,3% quando comparados com 2017.

Outros resultados positivos foram nas vendas de dois tipos de pneus, o pneu de carga, que teve um aumento de 9,2% e pneus para motos, que tiveram um crescimento de 7,9% nas vendas.

Setor de reforma de pneus

Outro mercado que vem se destacando é o de reforma de pneus. De acordo com Roberto de Oliveira, presidente da ABR (Associação Brasileira do Segmento de Reforma de Pneus), a projeção para 2018 é bastante positiva. O bom desempenho de outros setores, como indústria, comércio e agronegócio reaquecem a necessidade de reforma de pneus.

O Brasil sempre se destacou nesta área e atualmente ocupa o 2º lugar no ranking mundial do setor, só perdendo para os Estados Unidos. Com mais de 60 anos de tradição, o nível técnico das reformas em pneus estão no padrão internacional e são raras as reclamações com o índice de qualidade.

São mais de 1.200 empresas com atuação ativa neste mercado. Segundo a ABR, por ano, são reformados mais de 8 milhões de pneus para caminhão e ônibus. Para se ter uma ideia, a indústria de pneus novos repõe cerca de 6 milhões para o mesmo setor. Estas reformas garantem uma alta contenção de despesas às empresas. Estima-se que só para as transportadoras sejam economizadas uma média de 7 bilhões de reais ao ano.

A economia não vale só para o valor monetário, como também no consumo de combustível. Um pneu reformado poupa cerca de 57 litros de petróleo para as linhas de caminhões e ônibus e 17 litros para a linha de automóvel. No total, este processo gera uma economia de 500 milhões de litros de petróleo por ano no Brasil. Em valores, esta poupança equivale a 600 milhões de reais.

A venda de pneus estava crescendo no país e as empresas de transporte precisam acompanhar as notícias do setor para ter o melhor desempenho e economizar. Para saber como prolongar a vida útil dos pneus de caminhão, basta clicar aqui e baixar gratuitamente o e-book com as dicas.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de
Compartilhar7
Compartilhar
+1
7 Compart.