Confira quais são os pedágios mais caros do Brasil

O alto valor cobrado pelos pedágios brasileiros são alguns dos principais gastos de uma transportadora. Enquanto empresas de transporte de carga ficam incomodadas com o alto preço, as administradoras das vias afirmam que já estão operando em seu limite. Conheça neste artigo alguns dos pedágios mais caros do Brasil.

Pedágios mais caros do Brasil

Como é calculado o valor do pedágio?

Para gestores de frota, é importante entender como são calculados os pedágios. Muitos motoristas de caminhão acreditam que o cálculo é feito de formas diferentes por cada empresa. Contudo, a realidade é que existe uma fórmula base que deve ser usada por todos os estabelecimentos.

Cada via possui o seu valor por quilômetro e esse número é chamado de TQ (Tarifa Quilométrica). Além disso, cada praça de pedágio tem a sua cobertura específica, o TCP (Trecho de Cobertura da Praça).

Por exemplo: o pedágio X cobre do km 0 ao km 100 (seu TCP) de uma rodovia em que o TQ é de R$ 0,10. Ao fazer o cálculo (TQ x TCP) descobrimos que o valor do pedágio é de R$10. Em geral, estes custos são direcionados para construção e manutenção de vias de transporte.

Os 5 pedágios mais caros do Brasil

1. Sistema Anchieta-Imigrantes

Em primeiro lugar entre os pedágios mais caros do Brasil está a estrada Anchieta-Imigrantes, administrada pela concessionária Ecovias. Segundo o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) o motorista de caminhão precisa desembolsar uma média de R$ 33,11 para cada 100 km rodados nesta via. O custo elevado pode ser explicado devido ao contrato de concessão, que obrigou a operadora vencedora a realizar altos investimentos na rodovia.

2. Viaoeste

Administrada pela CCR (Companhia de Concessões Rodoviárias), a Viaoeste é a maior concessionária de rodovias no país, sendo responsável por ligar a capital paulista a cidades como Cotia, Barueri, Itu e Sorocaba. A cada 100 km a operadora cobra R$ 23,75 dos motoristas. É o segundo maior pedágio praticado no Brasil.

3. Rodovias no interior de São Paulo

Em terceiro lugar está o pedágio praticado nas estradas do interior de São Paulo. Cada 100 km rodados nesta rodovia custa R$ 17,37 e liga importantes cidades como Jundiaí, Itu, Sorocaba, Rio Claro, Tietê e Indaiatuba.

4. Rio-Teresópolis

Em quarto lugar está uma via presente no estado do Rio de Janeiro e administrada pela CRT (Concessionária Rio-Teresópolis), operadora que inclui empreiteiras como a Queiroz, Galvão e a OAS. Para passar com o transporte de cargas nesta estrada, o motorista precisa desembolsar R$ 16,35 a cada 100 km rodados.

5. Rodovia gaúcha

A Via Lagos é uma das estradas mais usadas pelos cariocas, turistas e empresas de transporte para chegar a Búzios, Cabo Frio e outras praias da região de Lagos. A estrada está em quinto lugar com uma taxa de R$ 14,69 a cada 100 km rodados.

Trafegar pelas vias que possuem o pedágio mais caro do país exige planejamento e controle financeiro para que a transportadora não perca dinheiro. Para saber quais são os  principais desafios do setor de transporte de cargas e como contorná-los clique aqui e baixe gratuitamente o e-book “O que todo dono de Transportadora e Gestor de Frota devem saber?”.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de
93 Compart.
Compartilhar93
Compartilhar
+1