NFS-e: o que é nota fiscal de serviço e para que serve

Presentes em praticamente todas as empresas, as notas fiscais são responsáveis por registrar transações entre empresas e consumidores. Entenda o que é a NFS-e, para que serve e como sua empresa de transporte e logística pode usar.

NFS-e

O que é NFS-e (Nota Fiscal Eletrônica de Serviço)?

A NFS-e é usada para registrar os serviços realizados pela empresa. Ela é diferente da NF-e (Nota Fiscal Eletrônica), que é usada para apontar a venda de produtos.

Como é a emissão da Nota Fiscal Eletrônica de Serviço?

Mais simples do que outras versões, a emissão da Nota Fiscal Eletrônica de Serviço funciona da seguinte forma:

  • A organização passa os dados para a prefeitura;
  • Prefeitura normalmente retorna com o RPS (Recibo Provisório de Serviços);
  • Após o retorno, o sistema municipal converte esse recibo na NFS-e.

Vale ressaltar que cada município tem o seu próprio método. Para que a empresa de transportes não precise se preocupar com a burocracia e peculiaridades diferentes de cada região, ela pode investir em um ERP. O sistema faz todo o trabalho de emissão de documentos de maneira automática e se integra com o sistema de qualquer prefeitura.

Qual a principal função?

A nota fiscal de serviço é usada para formalizar a transação entre quem prestou o serviço e o seu comprador. Desta forma, ela garante a segurança de todos os envolvidos na operação, sendo também válida como recibo.

A NFS-e é usada para garantir o pagamento correto dos impostos. Por isso, a não emissão do documento pode ser enquadrado como sonegação fiscal.

Por que a NFS-e é tão importante?

Além de garantir a segurança dos envolvidos na transação comercial e manter a empresa dentro da lei, a emissão das notas fiscais de serviço também serve de apoio ao controle financeiro. Conheça alguns dos benefícios da NFS-e para o negócio:

1. Redução de gastos

Como esse documento é emitido e armazenado de forma totalmente digital, há uma queda nos gastos da transportadora com impressão, uso de papel e local para o armazenamento.

2. Economia de tempo

Além de ser muito mais rápido emitir a nota fiscal de serviços eletronicamente, também fica mais simples consultar os documentos que já foram emitidos. Se antes, o funcionário precisava ir até o lugar de armazenamento e procurar pelo papel, agora basta que ele acessar o sistema pelo computador.

3. Facilidade no envio

Como pode ser enviada por e-mail, o despacho dos documentos por outros meios é eliminado. A facilidade de envio contribui para a redução de custos na transportadora, além de permitir o compartilhamento da NFS-e diversas vezes.

Usar a nota fiscal de serviço é obrigatório em alguns casos e faz com que a empresa de transporte siga corretamente as exigências previstas em lei . Para saber como um sistema ERP pode contribuir com a otimização de processos na sua empresa, entre em contato e solicite uma demonstração gratuita do sistema.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de
96 Compart.
Compartilhar96
Compartilhar
+1