Estradas ruins: como contornar o impacto no custo do transporte

A principal modalidade de transporte de cargas no Brasil é o rodoviário. Apesar disso, a qualidade das rodovias do país ainda deixa muito a desejar. De acordo com a Confederação Nacional de Transportes (CNT), quase 15% das rodovias estão em estado considerado ruim ou péssimo e 36,6% em situação regular. Esse cenário é reflexo de um histórico de baixos investimentos nos últimos anos.

Estradas ruins: como contornar o impacto no custo do transporte

Como estradas ruins impactam sua transportadora

A presença de buracos nas pistas obriga os motoristas a reduzir a marcha com frequência durante uma viagem, aumentando consideravelmente o consumo de combustível. Os pneus e demais componentes do veículo acabam se desgastando antes do tempo previsto. Todos estes fatores interferem no custo das viagens, no tempo de entrega e no valor do transporte, que pode aumentar 25% segundo a pesquisa da CNT.

O que você pode fazer para contornar o impacto

As estradas ruins brasileiras geram aumento no custo do frete, obrigando as transportadoras a buscar alternativas para reduzir as tarifas. Hoje, existem sistemas que buscam rotas alternativas e trazem métricas sobre cada percurso e desempenho de cada motorista e veículo.

Utilizar um sistema online que controle informações de abastecimento e a vida útil dos pneus é uma ótima opção.

Automatização de processos

Com o sistema online Gestran Pneus, você moderniza o controle dos pneus da sua frota, identificando as condições de uso, gerenciando a vida útil e controlando reformas e descartes via web ou celular.

O dispositivo pode ser acessado de qualquer parte do mundo, é necessário apenas acesso à internet. Em poucos cliques, você identifica quais pneus estão com a data de validade prestes a expirar, recebe alertas quando a próxima calibragem se aproxima e sabe exatamente em quais caminhões os seus pneus estão rodando.

 Preencha agora mesmo o formulário abaixo e aproveite 14 dias de teste gratuito do Gestran Pneus.


0 Compart.
Compartilhar
Compartilhar
+1