Averbação de carga: O que é e como funciona?

O gestor de frota precisa estar sempre atento aos procedimentos obrigatórios e oportunidades para otimizar as tarefas e reduzir custos. Um dos pontos que devem ser estudados é a averbação de carga, como ela funciona e como pode impactar na sua gestão.

Averbação de carga

O que é averbação de carga?

RCTR-C (Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga) é o nome dado à averbação de carga. Ele é o seguro da carga que vai ser transportada. Se acontecer algum acidente ou roubo, o valor da mercadoria é reembolsado ao embarcador pela transportadora, assim como a seguradora devolve o dinheiro a quem transportou, anulando ou diminuindo as perdas.

Como contratar a averbação de carga?

A transportadora deve contratar uma seguradora de confiança. A apólice de seguro cobrirá as mercadorias que vão ser transportadas e a cada trajeto é preciso averbar a carga, ou seja, discriminar todos os itens e o seu valor. É a partir da averbação que a seguradora poderá ressarcir a transportadora, se necessário. Entre os dados que precisam ser descritos, estão:

  • o valor da carga transportada;
  • o número da apólice do seguro;
  • o CT-e e a chave de acesso. Esses documentos comprovam a rota percorrida pelo veículo e a natureza da carga (frágil, perigosa e etc);
  • os dados do veículo e do motorista que conduzirão a carga.

Cuidados com a averbação de carga

Para evitar erros e otimizar os processos, utilizar um sistema de gestão confere vários benefícios às transportadoras, como o TMS dentro do Gestran ERP. Pelo sistema, todos os dados referentes às cargas enviadas e recebidas pelo transportador ficam concentrados, dispensando planilhas manuais ou uso de sites externos.

O TMS possui a funcionalidade de geração de averbação eletrônica de seguro. Para isso, utiliza comunicação direta via WebService para averbação de documentos fiscais, como CT-e e NFS-e, e também documentos não-fiscais, como Minuta, CRT e MIC, todos emitidos pelo sistema.

Uma das parceiras da Gestran neste processo de averbação de seguro é a AT&M, que atua no Brasil desde 1994. A empresa é integrada ao TMS dos clientes Gestran. Cada vez que um documento for emitido, o sistema reconhece esta documentação e emite a averbação automaticamente.

Porém, caso identificado que o documento apresentou rejeição no momento da averbação, o ERP Gestran emite um alerta para o gestor da frota, informando que sua carga não foi averbada. Desta forma, o profissional terá mais tempo para resolver a situação e evitar que as mercadorias sejam transportadas sem nenhuma segurança.

Se quiser saber mais informações de como fazer a administração de transportadoras de maneira automatizada e eficaz, solicite uma demonstração gratuita do Gestran ERP.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de
150 Compart.
Compartilhar150
Compartilhar
+1