Como calcular o preço do frete em transportadoras?

São muitas as variáveis para calcular o preço do frete em transportadoras. Elas são responsáveis por determinar o valor que a empresa precisa aplicar no frete e esta complexidade na formação do preço gera bastante dúvidas aos gestores. Por isso, a seguir você confere o passo a passo desta matemática.

Calcular o preço do frete

Tipos de frete

As características presentes em cada um dos tipos de frete são importantes na hora de estimar o seu valor.

1. Direto ou “normal”

Frete em que a carga é coletada no remetente e transportada diretamente até o destinatário. Nesse caso, os impostos aplicados na hora de calcular o preço do frete são de acordo com o regime de recolhimento da empresa ou legislação do estado.

2. Subcontratação

Aqui, a empresa de transportes contratada pelo remetente não usa meios próprios para realizar o transporte e precisa acionar outra empresa para fazer as entregas. Em algumas situações, as prestadoras de serviço que atuam nessa modalidade conseguem emitir o CT-e sem sofrer a incidência de impostos.

3. Frete CIF

No frete CIF (Custos, Seguro e Frete), a responsabilidade sobre o pagamento do valor, gerenciamento de riscos e seguro de cargas é do remetente. Como o valor é pago na origem, o custo do transporte já está embutido no preço final dos itens. Essa é a opção mais utilizada nas transações B2C – quando as empresas vendem a mercadoria diretamente para o consumidor final.

4. Frete FOB

Já no frete FOB (Livre a Bordo), o cliente é responsável pelo pagamento do custo de transporte, seguro da mercadoria e gestão dos riscos do transporte. Mesmo que o remetente seja quem acione a transportadora, o destinatário cuida do processo. Em geral, essa categoria é mais usada em operações B2B – quando empresas vendem para outras empresas.

5. Carga fechada

Nesse tipo de carga, as mercadorias ocupam todo – ou grande parte – do espaço do veículo. O caminhão sai do remetente e segue diretamente para o destinatário, ou seja, só há um ponto de entrega. Aqui, para calcular o preço do frete, o gestor se baseia no tamanho do transporte, distância percorrida e as características da carga, como valiosa e perecível.

6. Carga fracionada

Já as cargas fracionadas transportam pequenos pedidos que são colocados no caminhão, fazendo com que ele saia do remetente e tenha vários pontos de entrega ao longo do percurso. Nessa opção, a cobrança do frete é um pouco mais complexa, envolvendo o peso do item, espaço que ele ocupa dentro do veículo, distância percorrida e etc.

Variáveis para calcular o preço do frete

Dependendo do tipo de frete (expostos no tópico acima) usado pela empresa, a forma de calcular o seu valor pode variar. Mas, de maneira geral, alguns fatores influenciam diretamente no cálculo, entre eles:

Peso: Nessa variável, a empresa define o cálculo do frete usando o peso bruto ou cubado dos itens, utilizando o maior valor para determinar a cobrança. Resumindo, se o tamanho ocupado pela mercadoria for maior que o seu peso físico, é esse número que é levado em conta. Isso acontece porque existem situações em que a carga é muito volumosa, mas pouco pesada ou vice-versa.

Valor: Já o valor é calculado com base no valor apresentado na nota fiscal emitida. Essa característica é importante para determinar se a carga é valiosa. Por exemplo, mercadorias muito caras existem alguns cuidados específicos, principalmente no que diz respeito ao gerenciamento de riscos.

Distância percorrida: A relação entre a distância do trajeto e o valor cobrado são duas variáveis diretamente proporcionais. O que significa que, quanto maior for o percurso, mais alto será o custo. A maior parte desse cálculo é baseada no custo com combustível.

Modal do transporte: Apesar de boa parte dos transportes no Brasil serem feitos via malha rodoviária, existem situações em que é necessário contar com outros modais. Por exemplo, no norte do país, alguns trajetos são feitos só por balsas.

Tributos e pedágios: Outro fator que deve ser incluso na hora de calcular o preço do frete em empresas de transporte é a cobrança de impostos, como o ICMS ou ISS e os pedágios presentes no trajeto.

Taxas específicas para o frete

Além dos fatores citados acima, o cálculo do frete em transportadoras envolve taxas específicas que podem ou não serem cobradas.

  • Taxa de coleta e entrega;
  • Taxa de restrição do trânsito (TRT);
  • Taxa de dificuldade na entrega (TDE) – para locais de difícil acesso ou com alta periculosidade;
  • Taxa de reentrega – para casos em que o cliente se recusa a receber no momento, se encontra ausente ou o produto ser reenviado depois;
  • Frete mínimo – definição de um peso mínimo para o transporte ser realizado.

Como o gestor pode calcular o preço do frete em transportadoras?

Você percebeu que o cálculo do frete envolve diversas variáveis, não é mesmo? São feitos cruzamentos com as informações referentes à operação até se chegar ao valor ideal. Como vários fatores são levados em conta, fazer esse trabalho manual, além de ser demorado e trabalhoso, também está sujeito a muitos erros. Para automatizar processo e o tornar mais assertivo e seguro, você pode optar por um software de gestão de transporte e logística, como o Gestran ERP.

A importância do TMS

O software de ERP da Gestran possui um módulo exclusivo para o TMS  (Transportation Management System) ou Sistema de Gestão de Transporte. A funcionalidade permite automatizar diversas atividades rotineiras, incluindo o cálculo para decidir o preço de frete. Ao adicionar os dados necessários, o sistema automaticamente chega ao valor ideal a ser cobrado.

Isso faz com que a atividade esteja menos sujeita a erros, deixando o projeto mais confiável e seguro. Além disso, o processo fica muito mais rápido e otimizado, deixando os colaboradores livres para focar em outras demandas.

O sistema também garante um aumento na produtividade e eficiência, assim como redução de custos, já que a decisão tomada é a melhor possível para manter a empresa competitiva no mercado ao mesmo tempo em que garante seu lucro.

Quer saber mais sobre esta solução? Solicite hoje mesmo uma demonstração do software ERP da Gestran. A equipe comercial da Gestran está à disposição para explicar sobre as vantagens de automatizar os processos logísticos da sua empresa.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of