Tudo o que você precisa saber sobre a CNH Digital

A Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e) já está disponível em todo o país. Tanto a CNH digital quanto a versão impressa terão o mesmo valor jurídico. Ou seja, quem esquecer a habilitação em casa, mas estiver com o celular, não corre risco de ser multado pela falta do documento.

CNH Digital

Quando a CNH digital foi aprovada?

Aprovada em julho de 2017, a versão digital deveria ter sido implementada no dia 1º de fevereiro de 2018. Porém, algumas regiões não conseguiram se adequar a tempo, gerando mudança na data final para 1º de julho de 2018. Segundo o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), responsável pelo sistema, agora todos os estados estão prontos para emitir a documentação.

Como é uma tecnologia ainda nova para muitos condutores, apenas 110 mil motoristas brasileiros – dos 60 milhões habilitados – utilizaram a CNH digital. Conforme dados divulgados pelo Serpro, o Rio Grande do Sul e São Paulo são os estados com maior adesão e somam mais de 63 mil documentos emitidos.

Vale ressaltar que, mesmo com a versão digital, a CNH continuará sendo impressa.

Obrigatoriedade da CNH com QR Code

Somente motoristas que têm a nova CNH com QR Code poderão fazer download da CNH digital. Se você ainda não possui, poderá solicitar a segunda via ou aguardar até a próxima renovação da habilitação.

O QR Code da Carteira de Habilitação traz rapidamente todos os dados do motorista, permitindo que policiais e agentes de trânsito identifiquem se o documento é falso. O objetivo é diminuir os casos de clonagem e adulteração das CNHs brasileiras.

CNH com QR Code
Foto: Estela Baggio/DetranRS

Como ativar a habilitação virtual

Primeiro, faça o download gratuitamente na Google Play ou App Store. Em seguida, você terá duas alternativas:

1.Quem possui certificado digital

A certificação digital não é obrigatória, mas agiliza o processo de cadastro da sua nova CNH. Se você se encaixe nesta situação, pode validar seus dados diretamente no Portal de Serviços do Denatran.

2.Quem não possui o certificado digital

Vá ao Detran da sua cidade (etapa obrigatória) e indique seu e-mail e telefone. Depois, dê sequência ao cadastramento dos seus dados também no Portal de Serviços do Denatran.

Após se cadastrar, você receberá um código por e-mail para ativar a CNH Digital. No primeiro acesso, a senha será seu código de autenticação. Depois, é possível gerar uma nova senha (PIN) com quatro dígitos. Ela será solicitada toda vez que você se conectar à habilitação.

Ainda não há informações sobre cobranças adicionais para a emissão do documento digital. Até julho de 2018, o processo era completamente gratuito.

Funcionamento e bloqueio

O aplicativo da CNH-e funciona sem internet. A conexão é necessária apenas no primeiro acesso, quando é feito o cadastramento. Depois, basta você inserir seu PIN de quatro dígitos para acessar o documento sempre que necessário.

Em caso de roubo do celular, o Ministério das Cidades afirma que os dados dos usuários estarão protegidos por meio de um sistema criptográfico. Porém, sugere-se que seja feito o bloqueio remoto.

Se você possui certificado digital, poderá fazer diretamente no Portal de Serviços do Denatran. Caso contrário, deverá se direcionar ao Detran mais próximo de casa.

Multas

Atualmente, não portar a CNH gera 3 pontos na carteira, retenção do veículo e multa de R$ 88,38. A habilitação digital dispensa o uso do documento impresso, mas se o seu celular estiver descarregado e não conseguir mostrar a versão digital, a multa será aplicada da mesma forma.

Ficou com dúvidas sobre a CNH Digital? Não deixe de acessar o Tutorial desenvolvido pelo Denatran.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de