Calibragem: Aumente a vida útil dos pneus

Pneus e combustível geralmente equivalem ao maior percentual de despesas entre as transportadoras.

Realizar regularmente a calibragem é uma das formas de aumentar a vida útil dos pneus.

É também possível reduzir riscos de acidentes de trânsito por falta de manutenções preventivas.

Entenda neste artigo como você pode conter custos e garantir a segurança de seus motoristas e cargas transportadas.

Um estudo feito pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) em 2018 evidenciou que 61,8% dos trechos das rodovias brasileiras são regulares, ruins ou péssimas.

As estradas possuem, de maneira geral, muitos defeitos na pavimentação e na própria geometria da pista — buracos, depressões e irregularidades.

Estas condições geram danos excessivos aos pneus, podendo até mesmo rasgar, furar ou perder a borracha que os envolve.

Pneus desencapados na pista geram grande perigo, podendo causar diversos acidentes.

Mantê-los em bom estado gera um melhor desempenho, não afeta outras peças e consome menos combustível.

Treinar os motoristas para controlarem acelerações e freadas é uma das formas de conter custos e evitar desgaste excessivo dos pneus.

Dirigir de modo suave e respeitar os limites de velocidade são atitudes que ajudam a manter os pneus em bom estado.

Os processos internos atingem diretamente os consumidores finais, afinal uma parada na frota por incidentes inesperados atrasa prazos pré-estabelecidos.

CONSEQUÊNCIAS AO NÃO REALIZAR A CALIBRAGEM

Em caso de frenagem a baixa calibragem impede que os sulcos do pneu exerçam sua função, fazendo com que os riscos de aquaplanagem aumentem.

Quando a calibragem está acima do recomendado, a aderência com o solo é comprometida, assim como a segurança do motorista e da carga.

Pressão abaixo da recomendada reduz em até 70% a vida útil dos pneus, além de perder a aderência, ter instabilidade e requerer mais esforço do motor.

Os motoristas também sofrem com uma direção pesada e desconfortável, os deixando mais cansados e estressados no fim do período de trabalho.

O perigo do mesmo modo pode acontecer ao realizar uma curva na estrada, já que o veículo está mais propenso a perder a estabilidade.

Em resumo, até o meio ambiente é prejudicado. Uma baixa calibragem aumenta o consumo de combustível e emissões de CO2 que à longo prazo pode desequilibrar as temperaturas do planeta.

MOMENTO CERTO DE CALIBRAR

O recomendado é fazer a calibragem enquanto os pneus ainda estão frios, sem que haja pressão decorrente do ar circulante.

O momento certo de calibrar e a pressão adequada para cada pneu, é apresentada pelos fabricantes no manual do proprietário de cada veículo.

Geralmente, há um selo com esta informação no próprio veículo.

Quando se abre a porta é possível o achar na parte interna, próximo ao pilar de segurança.

É recomendado fazer a verificação da pressão de cada pneu semanalmente, principalmente antes de cada viagem.

Os escapes devem ser verificados também, para que quando o motorista precisar eles estejam preparados para pegar a estrada.

Para ter exatidão o uso do calibrador é sugerido, uma vez que o desempenho do martelo não é específico.

CONTROLE DE PNEUS

Ter um controle de estoque organizado dentro de transportadoras é muitas vezes um desafio, considerando todas as demais atividades a serem feitas.

Por isso, automatizar tarefas é a melhor forma de manter a organização das frotas e a qualidade dos serviços oferecidos.

Foi entendendo está demanda do mercado que a Gestran desenvolveu o Controle de Pneus, que possui a capacidade de reunir todas as informações referentes aos pneus.

Desta forma, os gestores economizam tempo e podem focar em outras funções que requerem sua atenção.

É um sistema online que mostra a previsão de outros serviços a serem efetuados, como alinhamento, balanceamento e recapagens.

O software gera em tempo real informações aprofundadas e detalhadas para o controle de pneus.

Para exemplificar todos os dados o sistema gera gráficos dentro da plataforma – que conta também com dados de fácil compreensão.

Benefícios da aquisição do Controle de Pneus na sua empresa

  • Controle fiel de informações;
  • Facilidade de manipulação dos dados;
  • Integração com diversas outras plataformas a gestão;
  • Otimização de tempo;
  • Facilidade de acesso remoto seja de um smartphone, tablet ou computador;
  • Índices mais precisos;
  • Indicadores que ajudam a direcionar os gestores;
  • Controle onipresente: matriz, filial, almoxarifados e segmentação.

É essencial para o bom funcionamento das operações ter pneus em bom estado para que a vida útil do produto seja prolongada, evitando trocas antes do prazo previsto.

Ao realizar a automatização é possível reduzir os custos com a parte operacional, com o consumo de combustível e manutenções corretivas, além de garantir a segurança dos motoristas e da carga a ser transportada.

O Controle de Pneus da Gestran é a solução perfeita para que os gestores tomem decisões precisas e assertivas em um período de tempo menor.

Entre em contato com um de nossos especialistas e solicite uma demonstração.

 Clique aqui para preencher um formulário de contato.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de
9 Compart.
Compartilhar9
Compartilhar