As 7 melhores práticas de transporte sustentável

Agir com responsabilidade social e promover o respeito ao meio ambiente é um dos fatores que contribuem com o crescimento e otimização da frota das transportadoras. Para que a sua empresa entre neste movimento promovendo economia e impulsionando os negócios, listamos as 7 melhores práticas de transporte sustentável.

Transporte Sustentável

1. Otimização de rotas

Otimizar o trajeto dos veículos gera diversas vantagens, entre elas a redução no tempo de entrega, satisfação do cliente, menos horas de trabalho para os motoristas e redução considerável no consumo de combustível. Este último fator impacta diretamente na sustentabilidade do negócio. Afinal, tanto a gasolina, quanto o diesel são agentes altamente poluentes.

Para otimizar as rotas, muitas transportadoras apostam em sistemas de gestão de transportes, como o Gestran ERP, que permite monitorar a carga em trânsito, planejar o melhor trajeto, acompanhar o veículo e gerar relatórios inteligentes.

2. Controle de materiais

Ao falar de transporte sustentável, o primeiro pensamento é a redução de combustível. Porém, além desta importante atitude, é fundamental que o responsável pela logística descarte corretamente alguns produtos, como embalagens e estruturas de apoio que não conseguem ser recicladas ou demoram muitos e muitos anos para se decompor.

Uma atitude simples que pode entrar na rotina da empresa de transporte é  começar a usar embalagens reutilizáveis ou que já são frutos de alguma reciclagem.

3. Logística reversa

A logística reversa é um conjunto de medidas que têm como objetivo controlar todo o fluxo de materiais presentes no setor, desde a produção até o descarte. Por exemplo, empresas que produzem pilhas e baterias e adotam estratégias para elas mesmas lidarem com o descarte correto dos itens. Neste ponto, ter o controle de toda a movimentação de suprimentos no estoque é essencial.

4. Divisão de rota

Empresas de transportes que não movimentam grandes volumes de cargas podem dividir custos de logística formando parcerias com outras transportadoras ou contratando caminhoneiros autônomos para trajetos com apenas um destino. Por exemplo: se sua transportadora está localizada em Curitiba e precisa levar uma carga de São Paulo até o Rio de Janeiro, pode procurar um motorista autônomo ou empresa parceira que esteja em São Paulo sem a necessidade de deslocar o seu veículo de Curitiba até lá.

5. Manutenção preventiva

Priorização por veículos novos e mais eficientes ajuda a economizar com manutenção e no consumo de combustíveis, trazendo diversos benefícios ao meio ambiente. Em todos os casos, é essencial realizar a manutenção preventiva nos caminhões para ter o melhor desempenho da frota.

6. Adote uma cultura sustentável

Com algumas atitudes, todo o fluxo logístico consegue reduzir o impacto ambiental. Sendo assim, é importante que o responsável pelo negócio crie políticas sustentáveis e as insira no planejamento estratégico e cultura organizacional da empresa.

7. Outras medidas sustentáveis para transportadoras

Entre outras práticas que podem ser adotadas para um transporte sustentável, estão:

  • Redução no consumo de papel e insumos de impressão. Isso pode ser feito com a integração oferecida por um sistema de gestão de transportes e emissão de documentos fiscais eletrônicos;
  • Uso de lâmpadas com maior eficiência energética, que consome menor quantidade de energia elétrica;
  • Correto descarte dos materiais e lixos;
  • Se possível, maior estímulo ao abastecimento com combustíveis menos poluentes (etanol e biodiesel).

Aderir a práticas de transporte sustentável nas transportadoras é uma forma de otimizar recursos e gerar economia. Para saber quais os principais desafios do setor de transporte de cargas e como contorná-los clique aqui e baixe gratuitamente o e-book “O que todo dono de Transportadora e Gestor de Frota devem saber?”.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de
14 Compart.
Compartilhar14
Compartilhar
+1