5 tarefas que um sistema de gestão de transportes pode fazer

A tecnologia tem impactado positivamente todos os tipos de negócios, seja aumentando a qualidade do serviço, reduzindo custos ou otimizando os processos. Para saber como a automação beneficia sua empresa de transporte, conheça 5 tarefas que um sistema de gestão de transportes pode realizar.

Sistema de gestão de transportes

5 tarefas do Sistema de Gestão de Transportes

Conhecido também como TMS (Transportation Management System), o Sistema de Gestão de Transportes é uma ferramenta que integra e controla todo o processo de uma transportadora. Entre as principais tarefas que a plataforma otimiza, destacam-se:

1. Integração das operações

Talvez uma das funções mais importantes do TMS seja a capacidade de integrar todas as operações referentes ao transporte de carga em um só lugar. Isso garante ao gestor uma maior visibilidade e controle de todo o processo, o que ajuda a reduzir o risco de falhas.

2. Emissão de documentos fiscais

Uma das tarefas que mais facilitam o dia a dia é a emissão de documentos eletrônicos nas transportadoras. O sistema trabalha com a emissão automática de alguns desses comprovantes, como o CT-e e MDF-e. Assim, a empresa otimiza esse processo e fica em dia com as suas funções legais.

3. Roteirização do itinerário

Ao roteirizar o itinerário do transporte, o gestor de frota consegue encontrar o melhor trajeto e realizar as entregas de forma segura e rápida. Como muitos trechos das estradas brasileiras são precários e possuem engarrafamentos, o planejamento prévio busca por percursos alternativos que preservam a vida útil dos pneus e do caminhão, assim como garante a segurança do condutor.

4. Acompanhamento de veículos

A tecnologia possibilita acompanhar  a movimentação da frota. A tarefa é fundamental para algumas situações, como o roubo de cargas, acidentes ou identificar alguma atividade suspeita do condutor, evitando falhas no processo. O monitoramento permite que o gestor verifique o trajeto de cada entrega e qual a sua estimativa de chegada, transmitindo mais segurança aos clientes.  Para realizar este acompanhamento, o módulo TMS precisa ser integrado com rastreadores.

5 – Administração de custos

O TMS possibilita controlar os custos produzidos durante os trajetos do transporte de carga, desde a coleta, o percurso e a entrega do produto ao destino final. Com a visualização destes valores pelo sistema, é possível ser mais assertivo quanto aos custos e traçar estratégias que tragam mais lucro, como optar por rotas mais rápidas e estradas em melhor estado de conservação, que ajudam a preservar a vida útil dos pneus e do caminhão.

O TMS, ou sistema de gestão de transportes, é a ferramenta ideal para empresas de transporte que desejam otimizar e reduzir os custos de suas operações. Para saber como o sistema pode ser útil para sua empresa e os ganhos que ele traz, entre em contato com os especialistas da Gestran e solicite uma demonstração gratuita clicando aqui.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de
Compartilhar36
Compartilhar
+1
36 Compart.